SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EMBU-GUAÇU EM GREVE A PARTIR DE 19 DE SETEMBRO DE 2016.

images.jpg CARTA ABERTA.jpg2000

CARTA-ABERTA-Ai??-POPULAAi??A?O-13-de-etembroCARTA ABERTA À POPULAÇÃO

 

Nós, servidores municipais de EMBU-GUAÇU, representados pelo Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Embu-Guaçu – SFPMEG, após decisão em assembleia geral extraordinária realizada no dia 13 de setembro de 2016, comunicamos a população que estaremos em 5º DIA ÚTIL nossos salários e demais benefícios como vale alimentação, vale transporte, horas extras e demais direitos. NÃO ESTAMOS PEDINDO AUMENTO! Só o que queremos é a garantia de recebermos nossos salários em dia. Temos família para sustentar e não podemos ficar esperando a boa vontade do Prefeito para recebermos. Ressaltamos que a paralisação é de inteira responsabilidade da Prefeitura de Embu-Guaçu, que, desde o início do ano, foi alertada pelo Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais (SFPMEG) sobre o parcelamento de salários e atrasos. O município não negocia, não conversa, oferece somente falsas informações sobre as datas de pagamentos. Não podemos trabalhar nessa insegurança, sem sabermos o dia de recebermos o que é nosso por direito, nossos salários!

Sabemos que a população é formada por trabalhadores, como nós. Por isso pedimos apoio à nossa mobilização para convencer a Administração Municipal a cumprir com sua obrigação. É de responsabilidade da Prefeitura administrar bem a nossa cidade e isso inclui valorizar o servidor. Somos nós que atendemos diretamente a população. Não podemos trabalhar desmotivados porque sem salário não dá para pagar as contas no final do mês, e dar dignidade as nossas famílias. O prefeito está tirando a comida do prato de nossas famílias. Por isso, estamos lutando pelo cumprimento da legislação que garante recebermos até o quinto dia útil de cada mês. Mesmo diante de salários parcelados, férias e 13º atrasados, sempre buscamos uma saída para resolver os problemas sem a necessidade de uma paralisação. Este ano, no entanto, estamos sem os salários e com a perspectiva de não recebermos nos próximos meses, por isso não vemos outro modo de sermos atendidos a não ser CRUZAR OS BRAÇOS. É A ÚNICA MANEIRA

A partir do dia 19 de setembro, NÃO HAVERÁ ATENDIMENTO: nas ESCOLAS MUNICIPAIS, nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), nos CRAS (Centros de Referências de Assistência Social) e nas Administrações Regionais.

Os serviços essenciais à população serão mantidos, conforme a Lei da Greve (7783/89).O SFPMEG pede a compreensão e o apoio da população neste momento de luta dos servidores.

A falta de compromisso da Prefeitura com o funcionalismo prejudica a qualidade dos serviços prestados à população. Por isso, lute conosco por um serviço público municipal de qualidade. Assumimos o compromisso de regularizar o atendimento nas repartições públicas a partir do momento que recebermos a garantia de que teremos nossos salários sem atrasos ou parcelamentos.

SFPMEG

Facebook